27 de abril de 2017


Hino de Imbaú

Entre campos e cerrados tu nasceste,
Imbaú  meu querido torrão
Pioneiros confiantes no progresso
Implantaram o trabalho a este chão
E façamos dessas glórias claro espelho
Com respeito em cada coração.
Estribilho
Imbaú  palavra indígena
Com belezas iguais nunca vi
Traduzindo “beber de bica”
Imbaú em Tupi Guarani.

Prosseguimos mantendo ideais
O respeito, a paz e a união.
A lavoura nos trás o sustento
Com o milho, o  arroz e o feijão.
A madeira e apicultura     
Fazem parte da nossa nação.

Imbaú  palavra indígena                                                                                              
Com belezas iguais nunca vi 
Traduzindo “beber de bica”
Imbaú em Tupi Guarani.

Imbaú  com afeto e respeito
Orgulhamos sermos filhos seus
Na igualdade de povos e raças
A esperança no futuro nasceu
Respeitando credos e culturas.
O progresso é presente de Deus.

Imbaú  palavra indígena
Com belezas iguais nunca vi
Traduzindo “beber de bica”
Imbaú  em Tupi Guarani.
 

Letra: Maria de Lurdes Martins e Nilson Aparecido Garcia
Música: Nilson Aparecido Garcia