sexta, 19 de julho de 2019
X

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / ESPORTE

Dívida milionária é barreira para saída do Corinthians do Clube dos 13

Quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011


O Corinthians terá de gastar dinheiro para levar a cabo sua ideia de deixar o Clube dos 13. O clube antecipou uma boa parte das cotas de TV com a entidade e, caso leve à frente os planos de se desligar, terá de quitar um débito que, segundo cálculos de pessoas que acompanham as negociações de perto, está na casa dos milhões.

A dívida corresponde às cotas de televisão que o clube tem direito a receber até maio de 2012. Por temporada, o Corinthians recebe apenas da TV aberta um total de R$ 33 milhões, valor semelhante ao que entra nos cofres de Flamengo, Vasco, São Paulo e Palmeiras.

A prática de antecipar receitas é comum entre os afiliados do Clube dos 13, que apelam à entidade em momentos de aperto financeiro. O débito normalmente é quitado aos poucos, com o passar do tempo. Só que esse débito milionário pode impedir uma saída imediata do Corinthians.

Na última terça-feira, Andrés Sanchez compareceu à sede do Clube dos 13 para comunicar seu licenciamento da entidade. O presidente do Corinthians ainda falou sobre a intenção de deixar o órgão de vez e prometeu tomar uma atitude definitiva nas próximas 48h.

Fábio Koff, por sua vez, negou a possibilidade de o Corinthians se licenciar da entidade, atitude anunciado por Andrés na última terça-feira. Além disso, reforçou a proibição de o clube alvinegro ter sucesso em uma negociação solo dos direitos de transmissão para o triênio 2012-2014 do Campeonato Brasileiro, como ameaçou o mandatário do time paulista.

Nossa lei não prevê que um clube negocie sozinho. Um clube não pode receber sozinho por uma partida. Tem de ser os dois”, disse o presidente do Clube dos 13.

Apesar do aparente fogo cruzado envolvendo o Corinthians e o Clube dos 13, outros membros da entidade tentam apaziguar os ânimos para buscar novamente uma unidade nas negociações dos direitos de transmissão.

“O Andrés está com a cabeça quente e, em uma ruptura, todo mundo perderia, seja a Globo, o Clube dos 13, é só escolher o credor. Por isso eu acho que o Andrés vai voltar. Ele está só pensando em todas as possibilidades, como é o direito dele”, minimizou Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG.

Nesta quarta-feira, dirigentes se reunirão novamente na sede do Clube dos 13 em São Paulo para definir os últimos detalhes do edital para a comercialização dos direitos de transmissão do triênio 2012-2014 do Campeonato Brasileiro. A ideia é que o lance inicial para TV aberta seja de R$ 500 milhões, dobrando o atual montante recebido pelos clubes.

Fonte: UOL

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Horário de Atendimento: De segunda á sexta-feira, das 08h00 ás 12h00 e 13h00 ás 17h00.
Av. Francisco Siqueira Kortz, 471 - São Cristóvão - 84250-000
(42) 3278-8100